Doação de Sangue: Exército Brasileiro registra mais de 37 mil doações em 6 meses

Brasília (DF) – “Ajudar está no nosso sangue” é o tema da campanha que estimula e apoia a doação voluntária de sangue e de medula óssea por parte de militares do Exército. A campanha, que acontece sempre no mês de junho, esse ano foi antecipada para o mês de abril, a fim de abastecer os estoques dos hemocentros do país, devido ao cenário de combate à COVID-19. O resultado, até o momento, foi o registro de mais de 37 mil doações, permitindo a chance de socorro a milhares de pacientes em todo o Brasil.

Ao longo do ano, o Exército Brasileiro incentiva a doação de sangue em seus quartéis no país inteiro. Em seis meses de campanha, as doações somaram mais de 18 mil litros de sangue e já beneficiaram cerca de 150 mil pessoas. A campanha estimula doações solidárias, seguindo os cuidados que o coronavírus exige: uso de máscaras pelos doadores e agendamentos junto aos hemocentros e segue até que a curva dos casos de COVID-19 seja estabilizada.

A mão amiga continua trabalhando e os militares são estimulados a tornarem-se doadores, uma vez que a doação é uma prática rotineira e incentivada nas organizações militares. Os hemocentros brasileiros recorrem à voluntariedade dos integrantes das unidades militares, em diferentes períodos do ano, visando manter seus bancos de sangue em níveis adequados às suas necessidades.

Para saber mais sobre a importância das campanhas institucionais de doação de sangue para os hemocentros, confira o episódio 55 do Braço Forte – o podcast do Exército Brasileiro. O programa traz uma entrevista com o Diretor Executivo da Fundação Hemocentro de Brasília, Alexandre Nonino. Acesse o nosso site ou as plataformas digitais e confira o episódio. Fonte principal: CCOMSEx / Extração: taiadaweb.com.br