Novo diretor do Inpe encontra presidente Jair Bolsonaro em Brasília

O novo diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Clézio de Nardin, se encontrou nesta quarta-feira (14) com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em Brasília. Participaram do encontro o ministro de tecnologia, ciência e inovações, Marcos Pontes, e o ex-diretor interino do Inpe, Darcton Policarpo Damião.

De acordo com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), a reunião foi feita para apresentar o novo diretor do Inpe ao presidente.

Após a reunião, Clézio de Nardin disse ao G1 que o "presidente tem uma visão ampla" e que o ministro Marcos Pontes mostrou a "sinergia entre todos os órgãos do governo" durante a visita.

Clézio foi escolhido para assumir a direção do instituto substituindo a direção interina nomeada por Bolsonaro após a exoneração do ex-diretor, Ricardo Galvão.

Ao assumir o cargo, o novo diretor disse que está pronto para fazer propaganda do Inpe para o governo federal.

Embates com o governo

Os dados do Inpe têm causado embates com membros do governo federal. Segundo o Inpe, o acumulado de focos de incêndio na Amazônia de janeiro a setembro é o maior desde 2010.

No dia 30 de setembro, o presidente Jair Bolsonaro declarou, em um discurso gravado e apresentado na cúpula sobre biodiversidade da Organização das Nações Unidas (ONU), que organizações, em parceria com “algumas ONGs", comandam "crimes ambientais" no Brasil e também no exterior. O presidente não apresentou provas para as afirmações.

A instituição também foi alvo do vice-presidente, Hamilton Mourão, que disse que havia um "opositor" ao governo no Inpe. O governo federal ainda cogita criar uma nova agência nacional que centralizaria os dados de monitoramento via satélite. Fonte: g1.globo.com