Caçapava: o fechamento da fábrica da WOW

A empresa Wow Nutrition nasceu em Outubro de 2009, da união de duas empresas já conhecidas no mercado: a Wow!, que atua no segmento de bebidas saudáveis que possui em seu portfólio marcas importantes como Sufresh e Feel Good , e a Gold Nutrition, segunda maior do mercado no segmento de adoçantes, com marcas tradicionais como Assugrin, Doce Menor e Gold, e nutrição infantil com a marca Vitalon, tornando a empresa referência no mercado de bebidas e alimentos saudáveis.

Com cerca de 603 empregados e 100 prestadores de serviços em Caçapava, a empresa já passou por alguns problemas locais no início de 2017, oportunidade em que descobrimos que a prefeitura de Caçapava, estava fazendo asfalto no interior da fábrica, o que foi denunciado em nosso informativo, apurado pela Câmara de vereadores e iniciado processo de cassação do prefeito, situação que foi cancelada, visto que a empresa devolveu aos cofres públicos, os valores referentes aos custos da operação. Também em 2017, a empresa passou por problemas financeiros graves que resultaram num pedido de recuperação judicial.

Em junho, também de 2017, a empresa foi acusada de não repassar cerca de 90 milhões de reais em débitos de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) ao Estado. Com a infração, de acordo com a Fazenda, a WOW Nutrition conseguia atuar com um capital de giro maior e ganhar mercado dos concorrentes. A Secretaria da Fazenda do Governo do Estado de São Paulo, que comandou a operação, bloqueou a emissão de notas fiscais, impedindo o funcionamento da empresa temporariamente.

Agora, corre o boato nas redes sociais, de que a empresa Wow fechará sua fábrica de Caçapava em Dezembro de 2020, com encerramento total das atividades até o início de Março de 2021, fato que coloca fogo nas relações trabalhistas com seus empregados e prestadores de serviços, preocupados com a perda do emprego e também com o recebimento de suas verbas indenizatórias. Contatos os representantes da empresa, até o presente momento, não recebemos quaisquer respostas.

Claro que,  antes mesmo de confirmada a boataria do fechamento da fábrica de Caçapava, (onde existe fumaça, tem fogo!), alguns empregados prudentes, já entraram em contatos com o sindicato dos trabalhadores (Indústria Química), que está avaliando os acontecimentos para, em seguida, determinar as providências que se fizerem necessárias, para garantir o direito dos trabalhadores.

A cidade aguarda com preocupação, o desfecho da situação da Wow!, visto que também enfrenta, a crise junto à empresa MWL, forjaria que produz rodas e eixos para o setor ferroviário e metroviário, que recebeu ordem de despejo por falta de pagamento, há 14 meses, do aluguel das instalações industriais na cidade, situação que levou os empregados, a um movimento grevista em Setembro passado. O Sindicato dos Metalúrgicos, que acompanha todo o movimento grevista, informa do receio dos trabalhadores ficarem sem seus salários e indenizações legais. A empresa tem aproximadamente 245 empregados em Caçapava e, por força da ação de despejo, deve efetuar os pagamentos ou deixar o imóvel até o próximo dia 10 de Outubro próximo.

Fonte: taiadaweb.com.br